quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Livro Menina Flor de Cybele Meyer

Participei do sorteio do site Educa Já da Cybele Meyer e para surpresa e alegria ganhei o livro.
Sempre participo de sorteios da internet, mas fazia tempo que não ganhava nada.
E não é que ganhei?!
O livro chegou pelo correio, veio autografado pela autora Cybele Meyer.
Que mimo!
Ah, junto com o livro veio o jogo da Menina Flor Sustentável com questões sobre o meio ambiente.
Fantástico!
Estou muito feliz por esse presente. E o livro é uma graça.
Cybele Meyer escreve de um jeito envolvente, com muita sensibilidade.
Cada página é repleta de mensagens, que apresenta de maneira simples e didática
temas como a vivência de valores, o respeito ao meio ambiente, a família. Uma história linda.
Recomendo o livro!

Para adquirir o livro Menina Flor mande um email para
Créditos:
Menina Flor
Cybele Meyer
Capa e ilustrações:
Leonardo Dessandes

Litteris Editora
2010


domingo, 26 de dezembro de 2010

Como fazer cesta de papel

A professora Simone me deu umas dicas legais
de como fazer uma cestinha de papel
para as crianças colocarem balas e doces.

Primeiro: em um papel cartão recortar
em forma de quadrado.
Segundo: dividir e dobrar o papel em
9 partes iguais.


Terceiro: Recortar as partes até o meio.


Quarto: Juntar as partes lateriais

Sexto: grampear de modo que as três partes
fiquem juntas ou passar cola.


Recortar uma tira para a alça da cesta e grampear.

A cesta está pronta para levar o que quiser.

Essa cesta fica linda se colocarmos flores
ou chocolate para ser oferecida às mães
no dia das mães.
Ou para o Dia da Páscoa, colar o coelho na frente
e dentro os ovos de chocolate.


terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Selos recebidos

da Telva do blog
Eterno aprendiz
que completa 27 mil visitas.

http://telvatanajura.blogspot.com"






***************************************************

Selinho recebido
do blog My lovely blog
da Joana Neves
http://dl.dropbox.com/u/2444571/Meu%20Blog/selinho%20natal%202010.gif

Obrigada pela lembrança.
Obrigada pela amizade.
Desejo a todos
um feliz Natal e um 2011 de paz, amor e muita, muita saúde.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

IV FEIRA LITERÁRIA 2010


Um dos eventos marcantes na escola durante esse ano foi a IV FEIRA LITERÁRIA.
Cada professor escolheu um tipo de texto para ser trabalhado com os seus alunos, respeitando os gêneros textuais previstos no currículo de cada ano/série ou nível de ensino. Foi trabalhado durante todo o ano, a estrutura do texto focando nos seguintes procedimentos:
  • realização de rascunhos,
  • revisão coletiva das produções textuais,
  • reescritas, a partir de análises coletivas e individuais.
Esses procedimentos foram muito importantes para a aprendizagem e aperfeiçoamento da produção textual dos alunos resultando um livro artesanal.
Os materiais dos alunos foram expostos em novembro na IV FEIRA LITERÁRIA, que aconteceu no Centro Esportivo do Trabalhador de Indaiatuba, com a presença dos alunos, pais, professores e toda comunidade.




As fotos são minhas.
A resolução não ficou boa porque foram tiradas do celular.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Texto para ordenar: O porquinho preguiçoso

Remover formatação da seleção
Quem é o autor desse texto?
Se alguém souber, favor me comunicar.
Trabalhar esse texto com os alunos é ótimo pra ordenar
sequencias de fatos.
Depois de ordenar os fatos,
os alunos deverão re escrever a história ordenada.

domingo, 5 de dezembro de 2010

DESAFIO DA BLOGUEIRA

Adorei participar desse desafio que recebi da Vilma
do Blog Vivendo com Arte
http://vida-vivendocomarte.blogspot.com/
Obrigada por lembrar de mim.

Desafio da Blogueira

1. O que te levou a criar um blog?
A necessidade de compartilhar vivências em sala de aula, fazer amizades e aprender a usar tecnologia virtual para crescimento profissional.

2. O que te tira do sério?
Hipocrisia, bagunça, desorganização.

3. Você tem alguma mania ou vício?
Beber café.

4. Qual a sua melhor lembrança?
O cheiro de pão assando no forno que minha mãe fazia.

5. Qual o seu maior sonho?
Tão simples: dirigir um carro.

6. Se fosse um dinossauro, como se chamaria?
Rosaura

7. Qual personagem da sua infância gostaria de ser?
Gato Félix, alguém se lembra dele?

8. Cite uma peça que não pode faltar no seu guarda-roupas e outra que jamais usaria:
Não pode faltar: calça social preta. Jamais usaria: decotes (nem por decreto)

9. Um lugar que ama:
Indaiatuba que é a cidade onde moro e Rio de Janeiro

10. Um ídolo:
Fernando Mendes

11. Que filme você amou e recomenda?
Adoro: Toda criança é especial (escrevi sobre ele aqui no blog)

12. Qual o último livro que você leu?
A cabana

13. Qual palavra te define?
perseverança


14. Quantas horas diárias você dedica ao blog?
Depende do tempo disponível.

15. Quais são seus planos para 2011?
Fazer meus alunos felizes, colocar aparelho nos dentes, fazer cursos de atualiação na área educacional. Passear mais, brincar mais, não levar as coisas muito à serio.


16-Minha pergunta:

O que te incentiva a acordar a cada dia e dizer... sou professora e tenho que fazer o melhor de mim em minhas aulas? (vale para a profissão que você exerce)
Primeiro penso nos meus alunos que estão me esperando na fila ansiosos por mais um dia de aula. Depois penso no dinheiro, no salário. O meu emprego é uma das coisa mais preciosa em minha vida.

Ofereço esse desafio para as blogueiras abaixo:

Profª Adriana do blog Cantinho da Educação
Profª Telva do blog Eterno Aprendiz
Profª Lucia Meyer do blog Algoritmus
Profª Cida do blog Diálogo e educação
Profª Neusa do blog Educação em destaque
Profª Adriana do blog Cantinho da Profe Adri
Profª Tane do blog Praticamente Inofensiva
Profª Deia do blog Educa Criança
Profª Joana Neves My lovely Blog
Profª Maria Simões do Blog da Profª Maria Simões Brito

Uma ótima maneira de conhecer as
preferências das nossas amigas
blogueiras!

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Enfeites de Natal com flores de garrafa Pet no Pão de Açúcar









A decoração de natal do Pão de Açúcar em Indaiatuba está linda!
São árvores feitas com garrafas Pet recicladas.
Há inúmeras peças produzidas por 22 pessoas
da Kazari Atelier & Interiores e pelo artista plástico Ivo Dantas.
Um presente para a cidade,
um exemplo de reciclagem
e a natureza agredece.

As fotos são minhas. As informações e créditos das obras retirei do
Pão de Açúcar Verde
http://www.paodeacucarverde.com.br/?tag=pao-de-acucar

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Tecnologia na sala de aula





Em Indaiatuba, ferramentas tecnológicas estão acessíveis a todos os alunos da Rede Municipal de ensino. São as mesas educacionais, net books escolares, internet e lousa digital.
Um net book para cada aluno, a internet é sem fio. Posso levar os net na sala e pronto, os computadores estão conectado à internet.
Em relação à mesa educacional, os alunos usam o computador em grupo ( 6 alunos) pois trata-se de jogos que exigem a participação e interação da equipe. São formados por módulos e softwares educacionais com o objetivo de suprir as necessidades pedagógicas de alunos de diferentes idades, níveis de conhecimento e de desenvolvimento.
Há uma integração entre o material concreto e o software, proporcionando a aprendizagem de conteúdos de diversas áreas do conhecimento além de desenvolver habilidades como:
  • criatividade
  • raciocínio lógico
  • organização espacial
  • coordenação motora
  • expressão oral e escrita
  • resolução de problemas
  • trabalho em grupo
Essas habilidades desenvolvidas proporcionam um ambiente de interação e socialização.
O
software que mais gosto de utilizar é o Positivo tabuada. São atividades que levam o aluno a aprender a tabuada de um jeito lúdico e divertido, exercitando a memória, raciocínio rápido e lógico em forma de jogos. As atividades que os alunos mais procuram são:
  • Jogo da memória
  • Batalha naval
  • Estouro de balões


As fotos são minhas. As informações foram escritas através de atividades
vivenciadas na escola e com base na leitura do Site

Positivo - Educacional
http://www.escolapositivo.com.br/portugues/grupo/vermateria.asp?id=208&UGP=2



terça-feira, 16 de novembro de 2010

Os livros chegaram!

Depois de alguns dias de espera,
os livros chegaram no meu endereço.

(Clique na imagem para ampliá-la)

Os livros são:

Bem-te-vi e outras poesias de Lalau e Laurabeatriz
O jogo da parlenda de Heloisa Pietro
Lobisomem
Os três porquinhos

Companhia das Letrinhas
e
Girassol
Fundação Itaú Social

São lindos! Adorei!

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

O meu pé de laranja lima

De José Mauro de Vasconselos


Este livro marcou a minha vida.
E gostaria de resgistrar algumas impressões
pessoais sobre a temática do livro.

O livro conta história de um menino,
Zezé
e sua amizade com um pé de laranja lima.

Ele era pobre, sua família possuía poucos recursos financeiros.
Seu pai estava desempregado, sua mãe, trabalhava até tarde numa fábrica.
Ele tinha mais quatro irmãos: Totoca, Jandira, Glória e Luís.

O livro é narrado em primeira pessoa, Zezé vai contando a sucessão de fatos que ocorrem.
Que a família foi obrigada a mudar para uma casa mais simples.
Foi nessa casa que Zezé começa a se
relacionar com um pé de laranja lima nos fundos do quintal.
Ele o chamava de Minguinho.
Para Minguinho Zezé contava seus segredos e dividia as suas angústias.

Zezé era um menino muito inteligente,
aprontava coisas que deixavam os adultos enfurecidos.
Mas era muito sensível e bondoso.
Apanhava muito da sua irmã e do pai.
Adorava a sua professora, aprendeu a ler sozinho,
muito antes de ir pra escola.

Luizinho, seu irmão mais novo,
era seu amigo também a quem depositava muita confiança.

Um dia Zezé ficou sabendo que a linha de trem iria
ser construida bem no fundo do quintal no lugar
onde estava plantado o seu pé de laranja lima.
Iriam cortar o seu amigo em nome do progresso.

Zezé se encantava com o carro do Português.
Um dia se pendurou na traseira desse carro e
levou uma surra do português. Zezé,
então jurou matar o português, guardando antipatia dentro de si.

Mas passado algum tempo, ele se corta num caco de vidro
e a família o manda para a escola.
No caminho, mal aguenta andar de tanta dor.
(Esse trecho do caco de vidro, eu estudei na 5ª série,
me lembro bem, foi a partir daí que começou meu interesse pelo
livro).
O português, seu Valadares se solidariza,
o leva para o hospital, compra doces para ele.
A partir daí começa uma amizade pura e verdadeira.
Passam a se encontrar às escondidas e se torna um segredo amizade dos dois.
Saem para pescar e fazer piquenique e
se divertem muito. Zezé o chama de Portuga.

Um dia Zezé viu de longe uma multidão na linha do trem.
O trem havia feito uma vítima fatal e essa vítima era Seu Valadares.
Zezé ficou desnorteado, ficou doente, chorou por vários dias,
se recusou a se alimentar.
Todos pensavam que era por causa do pé de laranja lima
que estava sendo ameaçado de corte por causa da linha de trem.

Depois de uma semana seu pai arrumara emprego e
anuncia que a família vai para uma casa melhor onde ele
poderia escolher as árvores que quisesse.
Seu pai diz para Zezé:

-Quando o cortarem você estará longe daqui e nem sentirá.

Zezé começou a chorar e lembrando do seu amigo que se fora disse:

- Já cortaram, papai, faz mais de uma semana que cortaram o meu pé de laranja lima.

****************************************

Passaram se muitos anos.
O menino cresceu e está com quarenta e oito anos e
tem a impressão que ainda é criança.
E não esquece aquela amizade da infância.

****************************************
Eu sempre gostei de falar sobre essa história,
porque é a história de uma criança sensível.
E tudo que é sobre criança, professor, educação,
lição de vida, mensagem, me chama a atenção.
Me faz querer entrar dentro do livro ou do filme.

*************************************************
O livro todo é lindo!

E você? Já leu o livro? O que achou?
Já viu a novela sobre o livro?
Quais as suas impressões sobre essa história?

sábado, 6 de novembro de 2010

Livros infantis gratuitos


Como forma de incentivar a leitura, o Banco Itaú está distribuindo livros infantis gratuitamente.
Para receber os livros, é preciso preencher o formulário.
Para mais informações, clique aqui.


Uma boa iniciativa do Banco Itaú.


sábado, 30 de outubro de 2010

Filme "Nenhum a menos" é sobre uma professora substituta

Já vi muitas vezes. Gosto de rever esse filme porque traz uma série de reflexões sobre a Educação.

Trata-se de uma professora substituta de uma escola primária.
Ela é uma adolescente de 13 anos.

A missão dela não é apenas substituir, mas garantir que nenhum aluno abandone a escola. Dai a razão do filme se chamar "Nenhum a menos", ou seja, nenhum aluno a menos na escola.

E se acontecer de um aluno abandonar a escola? Ela deve parar tudo e ir atrás desse aluno? Deve procurá-lo e trazê-lo de volta? São essas questões que o filme apresenta.

O filme tem características de documentário. Mostra o drama da realidade social de uma região da China. São as aldeias carentes de recursos educacionais, longe do progresso e
do desenvolvimento da capital chinesa. Na escola em que a professora leciona há pouco giz. É preciso economizá-los. É preciso também que ela cuide para que
nenhum aluno vá embora.

Um filme emocionante. Com um final que
surpreende e que nos convida a pensar.
Você, certamente não será mais
a mesma pessoa ao
assisti-lo.

Uma obra prima do diretor Zhang Yimou
o mesmo que dirigiu "O caminho para casa".
Você já assistiu? O que achou?
Se não assistiu, assista! Vale a pena!
Nenhum a Menos.
Direção: Zhang Yimou.
China, 1999.

Leia mais:

http://www.asia.cinedie.com/

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Procura-se duas professoras...



... que lecionaram no período de 1980 a 1984, numa escola rural que pertencia a EEPG Benedita Wagner de Campos, localizada na Cerâmica Igaçaba, na divisa entre Salto e Indaiatuba, estado de São Paulo.

Os nomes delas são: Professora Miltes e Professora Rute. Ambas lecionaram para 1ª e 4ª séries. Na minha lembrança de infância são essas informações que tenho da escola. Talvez essas informações sejam insuficientes e não ajude muito a localizá-las, mas quem sabe...

Alguns pontos marcantes que ficou na minha memória era ver a professora descendo do ônibus carregando bastante livros e materiais, era uma euforia, ficávamos tão felizes com a chegada da professora que íamos correndo para a fila sem ninguém mandar, pois não havia inspetores de alunos.

E a professora dava aulas pra três séries diferente numa mesma sala. E tudo corria bem, não havia indisciplina, os alunos esperavam a hora de serem atendidos sem reclamar.

As carteiras eram de madeira e possuíam as laterais toda de ferro com o nome de Brazil com z.

E o recreio era uma festa pois não havia muro na escola.

Gostaria muito de encontrá-las para dizer sobre a importância que elas tiveram na minha vida, para demonstrar minha gratidão e poder dizer muitas coisas sobre aquela época.

Torçam para que eu encontre as duas rosas.

*********************************************************************************

http://www.recantodadeli.com/extras/mini/mini_flor/mini_flor/146.gif
Gif retirado do site

Mini Flor Gifs
http://www.recantodadeli.com/


quinta-feira, 14 de outubro de 2010

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Trabalhando com resíduos

Meus alunos confeccionando um palhaço.
Na foto acima, colando os moldes.

Recortando os moldes, partes do palhaço,
mãos, nariz, chapéu...

O palhaço fica escondido.
É só puxar a vareta e...

...pronto,
surge um simpático palhaço. ************************************************************************

Que graça essa
poltrona feita com caixas de leite.
Trabalho feito por um grupo de estudantes
do curso de Pedagogia.
O tema era Reutilizando embalagens.

sábado, 9 de outubro de 2010

Filme: "O caminho para casa" é sobre um professor

http://t1.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTWlIoPYl5hIaQ4je8OLQ9YzgTQa82XM1oeedRT2HQgepzF1zE&t=1&usg=__jzoYUg6PF8Guyx4bVLz4jEw-eKc=

Título original:Wo de fu qin mu qin
Direção: Zhang Yimou
China
Fotografia: Hou Jong
Ano: 2000
Tem nas locadoras
As imagens acima da capa do filme,
foram fotografadas da TV por mim.

Trata-se de uma história de amor sobre um professor que lecionou durante anos numa aldeia. Esse professor está morto e a sua mulher deseja que o cortejo até o enterro seja feito a pé, ou seja, uma longa caminhada. Quem irá nessa caminhada? Os ex alunos? O problema é encontrar e convocar as pessoas que foram seus alunos para essa missão. Parece uma tarefa difícil.

O filme muda o foco apresentando o filho que conta a história de amor entre seu pai e sua mãe num flash back colorido. Isso mesmo, o fash back é colorido e o tempo atual é em preto e branco.


Vale a pena assistir por diversos motivos, primeiro trata-se da valorização do professor, segundo é uma história de amor diferente do que estamos acostumados a ver, terceiro pela fotografia, quarto, é um filme cultural...

Vale a pena pela sensibilidade, criatividade e delicadeza do filme! Mérito do diretor Zhang Yimou.

Um filme simplesmente lindo!